Colunistas

Publicado: Sábado, 25 de outubro de 2014

Amar

30º. DOMINGO DO TEMPO COMUM

26.10.2014 – Liturgia do Ano “A”

Evangelho (Mateus, 22, 34-40)

..................................................................................................................

“”    Naquele tempo, os fariseus ouviram dizer que Jesus tinha feito calar os saduceus. Então eles se reuniram em grupo e um deles perguntou a Jesus, para experimentá-lo:

“Mestre, qual é o maior mandamento da lei?”

Jesus respondeu:

“ ‘Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento!’

Esse é o maior e o primeiro mandamento. O segundo é semelhante a esse:

‘Amarás ao teu próximo como a ti mesmo’.

Toda a lei e os profetas dependem desses dois mandamentos”.    “”

..................................................................................................................

A lógica, a essência, a inalterabilidade, a prática e o assumir desses dois enunciados basilares do Cristianismo falam por si próprios.

Tão verdadeiramente se proclama essa verdade que estaria a dispensar qualquer comentário.

Se além das palavras de vida eterna contidas nesse evangelho e ditas pelo próprio Jesus Cristo, Nosso Senhor, fossem despertar alguma outra ideia ou realidade que lhes diga respeito, seria de, com pesar extremo, reconhecer que o mundo dessas verdades não tomou nem toma conhecimento.

Mesmo entre homens e mulheres de razoável boa conduta, mesmo entre o clero e, sumidades outras do saber, ainda não são poucos aqueles que claudicam toda hora, por não fazer delas o sentido primário da vida.

Privilégio de almas escolhidas e devotas, dos santos inequivocamente, têm e terão sabido primar por conduzir seus passos no amor de Deus e ao próximo.

Salve-se, pois, entre o comum dos homens, pelo menos o esforço daqueles que, a despeito das quedas e erros e fraquezas, não perderam de vista que a verdade proclamada pelo Mestre não tem floreios nem remendos.

E é tácita:

Amar a Deus e ao próximo como a si mesmo.

                                                                     João Paulo

 

 

 

Comentários

Reflexão Dominical

João Paulo

João Paulo

João Paulo, pseudônimo do jornalista Bernardo Campos, adotado para temas de espiritualidade.

Arquivo

22 dias atrás

Olhemo-nos de frente

14 de setembro de 2019

Ovelha desgarrada inquieta o Pastor

7 de setembro de 2019

O peso da cruz

Ariza Centro Veterinrio