Colunistas

Publicado: Segunda-feira, 20 de setembro de 2010

A tempestade

Numa tarde de verão, violento temporal desabou sobre a cidade, com ventos de grande intensidade, granizo abundante e raios assustadores.

Vitalina, a empregada, colocou um ovo no peitoril da janela para “Santa Clara fazer clarear”, depois pegou o terço e atropelou trechos do Pai Nosso e do Credo entremeado com apelos a Santa Bárbara e São Jerônimo.

Bianca também estava assustada, mas, para tranqüilizar Tati, a filha, levou-a até a vidraça para ver o espetáculo que, se não fosse aterrador, seria muito bonito, do vento rugindo, levando consigo uma revoada de pedras de gelo enquanto raios luminosos cortavam os ares e desciam perigosamente à terra com grande estrondo.

Bianca procurava acalmar a Tati:

- Hoje vai haver uma festa no Céu e o Senhor mandou alguns anjos lavarem tudo para ficar bem bonito. Mas, os anjos são meio desajeitados, estão esparramando água por todos os lados.

Eles também degelaram a geladeira e, olhe só, quanto gelo eles estão derrubando aqui na Terra! Que anjinhos estabanados, você não acha?

A Tati não se acalmava:

- Mas a água esta alagando a rua, entrando nas casas.

- Não tem importância. Logo a ela escoa e tudo volta ao normal.

- O vento derrubou a arvore!

- Não foi nada, é que lá no Céu eles têm um aspirador de pó muito possante e algumas vezes as arvores não agüentam sua força e caem.

Um raio caiu muito perto e o prédio todo pareceu balançar com o impacto.

- Olhe que lindo! A festa está começando, já começaram a soltar os fogos!

Finalmente, a tempestade passou, tudo se acalmou e no céu de um suave azul, apareceu um lindo arco-íris.

- Olhe lá, Tati! O arco-íris é o sorriso de Deus! Ele está sorrindo para nós!

- Eu acho que ele está é caçoando de você.

- Caçoando de mim. Por quê?

- Porque você acredita em cada bobagem.

Comentários

Os contos da Maith

Maith

Maith

Escritora amadora, apelidada carinhosamente de bisavó blogueira. Vive em Sorocaba.

Arquivo

30 de abril de 2012

Um rosto barbado

23 de abril de 2012

O ovo da Páscoa

16 de abril de 2012

Pode me chamar de Judas

9 de abril de 2012

Do diário de uma adolescente

2 de abril de 2012

Flores da minha vida