Colunistas

Publicado: Domingo, 30 de setembro de 2018

A quantas andamos ...

REFLEXÃO DOMINICAL – 30.9.2018

26º. Do Tempo Comum – Ano C de Marcos

Evangelho (9, 38-43.45.47-48)

.......................................

 

“”””     Naquele tempo, João disse a Jesus:

“Mestre, vimos um homem expulsar demônios em teu nome. Mas nós o proibimos, porque ele não nos segue.”

Jesus disse:

“Não o proibais, pois ninguém faz milagres em meu nome para depois falar de mim. Quem não é contra nós é a nosso favor.

Em verdade eu vos digo, quem vos der a beber um copo de água, porque sois de Cristo, não ficará sem receber a sua recompensa.

E se alguém escandalizar um destes pequeninos que creem, melhor seria que fosse jogado no mar com uma pedra de moinho amarrada ao pescoço.

Se tua mão te leva a pecar, corta-a. É melhor entrar na vida sem uma das mãos do que, tendo duas, ir para o inferno, para o fogo que nunca se apaga.

Se teu pé te leva a pecar, corta-o! É melhor entrar na vida sem um dos pés do que, tendo os dois, ser jogado no inferno.

Se teu olho te leva a pecar, arranca-o! É melhor entrar no reino de Deus com um olho só, do que, tendo os dois, ser jogado no inferno, onde o verme deles não morre e o fogo não se apaga.”    “”””

.......................................

 

O ser humano é uma criatura pensante.

Logo, sujeita-se às consequências do que venha  a fazer ou deixar de fazer, conforme as circunstâncias.

Isto para que não se caia no erro de imaginar que seja Deus, - sumamente bom e amável, - aceito e respeitado por meio de ameaças. Jamais.

Fato concreto é que a natureza humana é mesmo fraca e pode sucumbir, se se tratar de alguém ou alguns, desavisados e distraídos.

Quem vive a era atual cansa de perceber que a difusão do erro, da maldade, da ganância, age sem peias, como até a propagar a ideia de que seja você “esperto” para sempre se dar bem, a preço das mais bárbaras perversidades.

Diante do evangelho de hoje, pois, recolhamo-nos todos em refletido e profundo exame de consciência, a ver a quantas andamos ...

Jesus fala claramente, como também é evidente, certa e perene sua misericórdia. A todos os penitentes, Ele vem de braços abertos.

                   

                                                                                                                                                                                                                  João Paulo

Comentários

Reflexão Dominical

João Paulo

João Paulo

João Paulo, pseudônimo do jornalista Bernardo Campos, adotado para temas de espiritualidade.

Arquivo

22 dias atrás

Olhemo-nos de frente

14 de setembro de 2019

Ovelha desgarrada inquieta o Pastor

7 de setembro de 2019

O peso da cruz

Ariza Centro Veterinrio