Colunistas

Publicado: Domingo, 25 de dezembro de 2016

A importância da avaliação cardiológica prévia

A importância da avaliação cardiológica prévia

A partir de agora, vamos caminhando para a reta final de 2016, as metas planejadas foram inúmeras, muitas atingidas e algumas insustentáveis. Dentre os alvos almejados, muitos optam pela melhora da condição de saúde geral, através da adesão na prática esportiva, porém, alguns cuidados devem ser tomados com o excesso de motivação, sem antes investigar, se está apto a prática, realizando uma minuciosa avaliação física e cardíaca.

Exercitar-se de forma aleatória, sem a devida orientação, passou a ser comum nos dias atuais, porém, antes de iniciar qualquer prática esportiva, é necessário ter realizado uma consulta com um médico cardiologista, onde uma análise meticulosa faz-se necessária, através da averiguação de exames que possuem marcadores importantíssimos oriundo da resposta ao estímulo promovido pelo exercício e pelos exames laboratoriais.

Os movimentos corporais, além de serem gratificantes, ajudam no emagrecimento, fortalecimento muscular, correção de desvios posturais, redução do estresse e consequentemente no bem-estar físico e psíquico. Entretanto, iniciar com atividades de alta intensidade como futebol, tênis ou corridas de grande magnitude podem trazer grandes prejuízos quando feita de forma esporádica e sem orientação, como apenas uma vez na semana e sem uma avaliação cardiológica, podendo desencadear desde uma arritmia até uma morte súbita decorrente das possíveis alterações cardíacas induzidas pelo excesso de esforço e de anomalias cardíacas que o indivíduo possa ter.                                                                                 
A morte súbita cada vez mais vem crescendo no meio dos desportistas de final de semana, geralmente acometendo pessoas que possuem fatores de riscos aguçados para eventos cardiovasculares e não praticam atividade física de forma regular. Para evitar qualquer problema em você praticante, o procedimento é fácil, primeiramente passar por uma avaliação cardiológica, e após procurar um professor de Educação Física, capacitado e habilitado para prescrever o treinamento mais adequado de forma planejada, estruturada e organizada, através das respostas obtidas na avaliação física realizada.

Abaixo a lista dos principais exames realizados geralmente pelo cardiologista:

1- Eletrocardiograma:É um exame cardiologico no qual é feito o registro da variação dos potenciais elétricos gerados pela atividade elétrica do coração;

2- Teste ergométrico: Procedimento clínico, onde é realizada uma caminhada ou corrida em esteira rolante, com o objetivo de avaliar o funcionamento do coração através do eletrocardiógrafo, um aparelho que registra as ondas elétricas emitidas durante o funcionamento do coração;

3- Ecodopplercardiograma: Um excelente exame que permite a análise de várias funções do coração, proporcionando informações detalhadas e de suma importância para o diagnóstico, tratamento e acompanhamento de diversas doenças cardíacas;

4- Exames laboratoriais Exames obtidos através da coleta do sangue, sendo possível constatar o estado do paciente e potenciais risco em sua saúde cardiovascular. Exemplo perfil lipídico como o colesterol LDL, HDL e TRIGLICERIDES, TSH tireóide, glicemia e proteína C reativa etc.

Sucesso sempre nos treinos, e um excelente início de ano!

Comentários

Entendendo o mundo fitness

Pedro de P. L. Aguiar

Pedro de P. L. Aguiar

Graduado em Educação Física pelo Ceunsp; Pós-graduado em bioquímica, fisiologia, treinamento, nutrição desportiva pela Unicamp; e Pós-graduando em fisiologia do exercício com ênfase em envelhecimento, saúde e doenças na USP.

Arquivo