Colunistas

Publicado: Sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

A gruta, Jesus e os magos

A gruta, Jesus e os magos

 

 

DOMINGO,  1º.  de JANEIRO - 2016

Comemoração de Maria, Mãe de Deus

Evangelho cfe. Lucas (2, 16-21)

...............................................................................................................................

“”    Naquele tempo, os pastores foram às pressas a Belém e encontraram Maria e José, e o recém-nascido deitado na manjedoura.

Tendo-o visto, contaram o que lhes fora dito sobre o menino.

E todos os que ouviram os pastores ficaram maravilhados com aquilo que contavam.

Quanto a Maria, guardava todos esses fatos e meditava sobre eles em seu coração.

Os pastores voltaram, glorificando e louvando a Deus por tudo que tinham visto e ouvido, conforme lhes tinha sido dito.

Quando se completaram os dias para a circuncisão do menino, deram-lhe o nome de Jesus, conforme fora chamado pelo anjo antes de ser concebido.  “”

...............................................................................................................................

Os magos, vindos de tão longe, ficaram maravilhados porque foram dos primeiros a presenciar um nascimento que, humilde e no recôndito de uma gruta, confirmava tratar-se de algo sobrenatural.

Extasiados, adoraram o pequeno Rei, por reconheceram se tratar de ato milagroso e sem dúvida também eles protagonizaram a divulgação de um evento singar, na volta para sua terra.

Do nascimento, submeteu-se Jesus à prática da circuncisão, por fazer-se igual ao comum dos mortais, reunida nele a divindade.

Homem e Deus.

Sem alarde, silenciosa, a mãe de Deus refletia e meditava sobre tão augusto mistério.

Ela já o dissera anteriormente:

Faça-se em mim segundo a vossa palavra.                                                                       

                                                                                                                                    João Paulo

Comentários

Reflexão Dominical

João Paulo

João Paulo

João Paulo, pseudônimo do jornalista Bernardo Campos, adotado para temas de espiritualidade.

Arquivo

15 dias atrás

Olhemo-nos de frente

7 de setembro de 2019

O peso da cruz

Ariza Centro Veterinrio