Colunistas

Publicado: Sexta-feira, 1 de outubro de 2010

A dádiva da fé

 

Entrem os fiéis com total confiança no mês de outubro, neste 27º Domingo Comum. Caminha rapidamente para o seu fecho, este “Ano C”, de Lucas.

Eis o texto do evangelista para hoje, capítulo 17, versículos de 5 a 10.

*   *   *   *   *

“” Naquele tempo, os apóstolos disseram ao Senhor: “Aumenta a nossa fé!”

O Senhor respondeu: “Se vós tivésseis fé, mesmo pequena como um grão de mostrada, poderieis dizer a esta amoreira: ‘Arranca-te daqui e planta-te no mar, e ela vos obedeceria. Se algum de vós tem um empregado que trabalha a terra ou cuida dos animais, por acaso vai dizer-lhe, quando ele volta do campo: ‘Vem depressa para a mesa’? Pelo contrário, não vai dizer ao empregado: ‘Prepara-me o jantar, cinge-te e serve-me, enquanto eu como e bebo; depois disso tu poderás comer e beber’? Será que vai agradecer ao empregado, porque fez o que lhe havia mandado? Assim também vós, quando tiverdes feito tudo o que vos mandaram, dizei: ‘Somos servos inúteis; fizemos o que devíamos fazer”.

*   *   *   *   *

Sempre conveniente lembrar aos leitores e amigos que se dignam prestigiar este espaço, de que o propósito aqui é o de apenas e tão somente trazer idéias ao desenvolvimento dos temas. Não tem portanto o cunho nem a pretensão de alongar os assuntos.

Seja vista assim a coluna como humilde propósito de sugerir caminhos vários de reflexões sobre os evangelhos, vida e trajetória de Nosso Senhor Jesus Cristo.

A seguir, pois, as considerações para hoje.

De fato, o tema deste domingo está a dizer que acreditar apenas, é pouco.

Crer, simplesmente, é um mínimo além do nada.

Uma fé convicta e profunda, incomoda-se até conseguir se desenvolver e fazer frutificar.

Avança então o fiel nos seus ideais, sem se perturbar, porque uma vez aninhada no coração, com sinceridade, a dádiva da fé, que tudo o mais seja feito sem receio nem temor.

Tampouco precisará olhar para trás. Por primeiro acredita e confia, para agir em seguida, com segurança e convicção.

A palavra de Tiago soa livre tempos afora, de que uma fé sem obras é morta.

A oração e as ações, andem sempre juntas.

                                                                             João Paulo

Comentários

Reflexão Dominical

João Paulo

João Paulo

João Paulo, pseudônimo do jornalista Bernardo Campos, adotado para temas de espiritualidade.

Arquivo

17 dias atrás

Olhemo-nos de frente

14 de setembro de 2019

Ovelha desgarrada inquieta o Pastor

7 de setembro de 2019

O peso da cruz

Ariza Centro Veterinrio