Colunistas

Publicado: Sábado, 21 de maio de 2016

A crença e a fé, incondicionais

A crença e a fé, incondicionais

 

 

SANTÍSSIMA TRINDADE

Domingo, 22.05.2016 – Ano “C” de Lucas

   Evangelho ( João, 16, 12-15)

...............................................................................................................................

“”    Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:

“Tenho ainda muitas coisas a dizer-vos, mas não sois capazes de as compreender agora.

Quando, porém, vier o Espírito da verdade, ele vos dirá à plena verdade. Pois ele não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido; e até as coisas futuras vos anunciará.

Ele me glorificará, porque receberá do que é meu e vo-lo anunciará.

Tudo o que o Pai possui é meu.

Por isso disse que o que ele receberá e vos anunciará é meu”.    “”

...............................................................................................................................

Entre outras justificativas, quando de ordem superior eclesiástica me incumbiram dos comentários dominicais, esclareci como se fora uma forma elegante de não assumir esse sublime encargo, que, mesmo católico convicto, não era contudo teólogo nem modelo de virtude alguma.

Insistiu-se no convite que, dessa forma, se transmudou em missão, na qual se busca humilde desempenho. Se tem servido de proveito semanalmente, Deus então seja louvado, que até aos pequenos e limitados socorre.

Hoje um texto em que a menos avisados compreensivelmente poderá parecer que Jesus se engrandece, a ponto de afirmar que “tudo o que o Pai possui é meu”.

E prossegue a passagem nesse tom enfático.

Bem que antecipa Jesus aos discípulos que, àquela hora e tempo, não tinham ainda como compreender.

Fato preponderante então, admita-se mesmo num entendimento de leigos, que se almeja ressaltar na festa da Santíssima Trindade o mistério estupendo e glorioso –  de que são declaradamente três pessoas unificadas numa só, única e indivisível, mistério de alcance quiçá quando no gozo e na plenitude da vida eterna, na glória.

De sua parte, os fiéis se apegam e agradecem pelo dom da crença e da fé incondicionais.

                                                                                                             

                                                                                                    João Paulo

Comentários

Reflexão Dominical

João Paulo

João Paulo

João Paulo, pseudônimo do jornalista Bernardo Campos, adotado para temas de espiritualidade.

Arquivo

18 dias atrás

Olhemo-nos de frente

14 de setembro de 2019

Ovelha desgarrada inquieta o Pastor

7 de setembro de 2019

O peso da cruz

Ariza Centro Veterinrio