Adestramento: conheça a importância e fale a língua do seu cão

Publicado: Quarta-feira, 23 de junho de 2010 por Guilherme Martins

A maioria dos problemas se dá por falhas na comunicação.

divulgação
Foto
O adestramento ajuda na relação entre o cão e o dono

Você sabia que a maioria dos problemas no relacionamento entre cães e seus donos se dá por falhas na comunicação? É justamente pela falta de compreensão dos humanos sobre o processo de aprendizagem canina que, na maioria das vezes, a convivência entre eles se torna difícil.

O médico veterinário Aldo Macellaro Junior, proprietário do Hotel Fazenda Clube de Cãompo, alerta sobre sete erros que geralmente passam despercebidos durante o período em que o pet é educado. Confira:

- Muitas pessoas adquirem um cachorro por impulsividade, mesmo não estando preparadas para isso. É preciso ter consciência de que a chegada de um bicho de estimação ao lar muda completamente a rotina de toda a família;

- Tentar fazer o adestramento sem conhecimento do processo teórico de como um cão aprende. Este trabalho exige o mínimo de estudo sobre o assunto;

- Utilização equivocada dos meios de comunicação. Por mais que o dono se empenhe em conversar com o animal, ele não entende português. O que o cão assimila são os limites de certo e errado, que devem ser colocados a partir do momento em que ele entra na casa;

- Ausência de uma rotina de treinamento consistente. É importante fazer com que as exposições dos exercícios apresentados durante o treino sejam claras e positivas, e, principalmente, constantes. Se o proprietário não programar uma rotina de ensinamentos para o cão, dificilmente este responderá ao processo;

- Perda de paciência. O dono do cão precisa entender que cada animal tem seu tempo e que o sucesso do adestramento só se dá quando ele sabe respeitar os limites de seu fiel companheiro, jamais sendo agressivo com o bicho diante dos erros;

- Falta de colaboração da família. A participação de todos na casa é fundamental para o bom andamento do processo de adestramento. De nada adianta que apenas uma pessoa estabeleça e respeite a nova rotina imposta para o cachorro, já que isso tende a confundi-lo sobre o que (e quando) ele pode ou não fazer determinadas coisas;

- A não socialização do cão com outras pessoas e animais. Esta falta pode comprometer todo o processo de adestramento, pois é na prática que o pet aprende a se comportar adequadamente e o isolamento pode fazer com que todo o trabalho seja perdido.

Sobre o Clube de Cãompo

No Clube de Cãompo, o animal também tira férias. Situado em Itu é planejado para hospedar confortavelmente os animais em momentos de viagens e ausência dos proprietários.

Com sessenta mil metros quadrados de área total, o local possui chalés individuas em departamentos separados para grandes e pequenos animais, com solários higienizados e desinfetados para receber cães de todos os tamanhos e raças.

A hospedagem inclui alimentação, banho e momentos de lazer em uma ampla área, monitorada por profissionais treinados para lidar com os cães. O hotel fazenda também possui serviços como treinamento de agility, adestramento e obediência, solução de problemas comportamentais, condicionamento físico e o chamado “Day Care”, um dia de diversão e brincadeiras para os cães.

O Clube de Cãompo – Hotel Fazenda para cães está localizado na rodovia SP-300 (Dom Gabriel Paulino Bueno Couto), km 94,5 – Itu. Mais informações pelos telefones (11) 4897-9518 e 9968-4729.

Leia mais: www.clubedecaompo.com.br

Tags: clube de cãompo, adestramento, cães

  • Comentários

Ranking

Notícias mais lidas

  1. 1. Clube de Cãompo recebe final do Campeonato Brasileiro de Agility 2014

Período: últimos 7 dias